Conditional vs. Imperfect Subjunctive

Olá a todos,

Eu acabei de completar a unidade sobre o modo condicional, mas ainda não percebo quando usar o modo condicional ou o imperfeito do conjuntivo, especialmente com os verbos achar e pensar.

Deixo aqui alguns exemplos de frases que encontrei:

  • Eu achei que ele acabaria/acabasse por desistir
  • Não achei que ele precisaria/precisasse de ajuda
  • Pensei que vocês correriam/corressem mais depressa
  • Não pensei que conhecerias/conhecesses esta banda
  • Pensei que viríamos/viéssemos a tempo de ver o jogo
  • Pensei que eles iriam/fossem embora mais cedo
  • Ele pensou que eu traria/trouxesse presentes para vocês
  • Achei que não comeriam/comessem tantos bolos

Pode ser que dê para usar as duas formas de igual. Alguém pode ajudar-me com isto, por favor?

Muito obrigado!

1 Like

Olá, @ward.edan. Pergunta difícil, mas vou tentar responder bem. Em todos esses casos, eu diria que tanto o condicional como o pretérito imperfeito do conjuntivo são gramaticalmente corretos. Mas neste tipo de frases, o que eu sinto enquanto nativo é que o condicional muitas vezes localiza a ação/hipótese num tempo futuro dentro do passado, enquanto o pretérito imperfeito do conjuntivo simplesmente descreve a ação/hipótese de um modo mais abstrato, sem um tempo tão definido.

O que é que eu quero dizer com “futuro dentro do passado”? Imagina que, há um mês, tu assististe a uma corrida onde participaram alguns amigos teus e hoje estás a dizer a esses amigos o que sentiste.

  1. Pensei que vocês correriam mais depressa => Possível interpretação: Durante a corrida, tu pensaste que eles iriam correr mais depressa num momento futuro daquela corrida. No entanto, a corrida já aconteceu. Hoje, esse futuro já pertence ao passado.

  2. Pensei que vocês corressem mais depressa => Possível interpretação: No passado, não importa quando (durante a corrida, antes da corrida…), tu pensavas que eles corriam mais depressa em geral (em qualquer corrida, em qualquer momento). A única coisa clara é que hoje já não tens a mesma opinião.

Pessoalmente, eu prefiro usar o imperfeito do conjuntivo sempre que posso. Às vezes, os dois podem ser usados por igual (não te consigo dizer exatamente quando/porquê); outras vezes, dependendo do contexto, talvez só o condicional possa ser usado.

1 Like

Não fazes ideia do quanto me ajudam as tuas respostas! Muito obrigado!

1 Like

Oh, ainda bem! De nada :sunglasses: